Dicas de segurança para o seu condomínio

Em tempos de altos índices de violência, os moradores dos condomínios ficam receosos com relação à segurança do prédio. Por isso, para ajudar você e seus vizinhos nessa questão, resolvemos trazer, na matéria de hoje, dicas de segurança para os condomínios.

Os jeitos que os bandidos dão para entrar nos condomínios residenciais são muitos, os mais diversos golpes existem e são praticados. Por isso, é preciso estar sempre atento a diversos fatores relacionados à segurança do edifício, cuidando para que não seja um alvo fácil.

As normas precisam ser seguidas por todos (moradores e funcionários), sem exceção. Os erros mais comuns são simples desrespeitos às regras de segurança estabelecidas, porteiro abrindo portões para qualquer pessoa, morador autorizando a entrada antecipada de alguém que ainda não chegou e a portaria ficando vazia.

Além desses, muitos são os “vacilos” cometidos, tanto por funcionários, como também pelos próprios condôminos. Atitudes simples, como deixar as chaves do apartamento ou do carro na portaria devem ser evitados a todo custo. Ao entrar e sair, deve-se sempre observar a movimentação de estranhos nas imediações.

A seguir, daremos outras dicas de segurança que são importantes para qualquer condomínio, confira:

  • Os funcionários devem conhecer todos os moradores;
  • Eles (funcionários) devem evitar contato direto com desconhecidos e visitantes;
  • Ao atender estranhos, de qualquer natureza, os portões devem ser fechados até que a entrada da pessoa em questão seja autorizada pelo morador, mediante identificação dela;
  • Nunca, em hipótese alguma, os funcionários do prédio devem passar informações dos moradores a quaisquer pessoas, inclusive a outros moradores;
  • Os sistemas de segurança existentes devem ser respeitados e usados corretamente;
  • Prestadores de serviços devem ser liberados sob agendamento prévio, em horários pré-determinados, mediante identificação de documento e crachá, tendo seus dados (nome e número do documento) anotados;
  • Os veículos, dentro das garagens, devem ser mantidos trancados, e com seus sistemas de segurança ativados;
  • Os empregados, tanto do condomínio, como das unidades, devem ser informados (incluindo contato telefônico e endereço atual) ao síndico, que deve manter um documento organizado e atualizado com todos esses dados;
  • Portarias e guaritas devem ser devidamente protegidas;
  • Espelhos retrovisores devem ser instalados nas garagens;
  • Portões, grades, cercas, fechaduras e sistemas de segurança (como câmeras, alarmes e sensores de presença) precisam ser de boa qualidade e manter-se atualizados, sendo, constantemente, verificados;
  • Caixas com portinholas podem ser instaladas para a recepção de encomendas diversas;
  • Códigos podem ser criados entre vizinhos e funcionários para denunciar, discretamente, a ação de bandidos.

Com todas essas dicas, esperamos que tenha ficado mais fácil proteger o condomínio contra várias ações dos bandidos. Lembrando que todas as normas (inclusive as de segurança) existem por uma razão, devendo, sem nenhuma exceção, ser respeitadas e cumpridas. #FicaADica

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *