O que você precisa saber sobre Danos Elétricos

Os danos elétricos são a fonte das principais ocorrências de sinistros nos condomínios brasileiros. Esses problemas são perigosos, pois, além de danos materiais, podem gerar sérios problemas aos moradores e frequentadores dos edifícios. Por isso, resolvemos abordar esse tema no post de hoje. Confira!

Muitos dos acidentes relacionados aos danos elétricos acontecem porque o brasileiro, de forma geral, não tem o hábito de fazer a manutenção periódica e preventiva do sistema elétrico. As pessoas acabam esquecendo que o sistema elétrico tem prazo de validade, podendo provocar incêndios com a falta de manutenção.

Independente do tipo e tamanho do local em questão, é importante que uma avaliação anual seja feita, verificando fiações (principalmente as antigas), tanto dos fios rígidos, como dos mais maleáveis – além de vários outros elementos que compõem o sistema. Dessa forma, são evitados muitos acidentes.

Um dos erros mais frequentes é o uso incorreto das tomadas, quando se utilizam vários aparelhos numa mesma tomada elétrica, o que pode gerar a sobrecarga de energia, causando incidentes, que podem ser graves. Ou seja, uma simples atitude pode ser muito perigosa, e muitas pessoas não têm noção disso.

Portanto, o síndico precisa manter as instalações elétricas em dia, e deve utilizar mecanismos de segurança que evitem certos danos elétricos, protegendo os moradores e funcionários. E, nesse contexto, a manutenção periódica se destaca, devendo ser feita com profissionais adequados.

Além disso, é importante observar as questões legais relacionadas ao assunto, cumprindo todas, evitando que o condomínio seja multado, ou, muito pior, que algum acidente grave aconteça. É necessário que as construções tenham um projeto elétrico, além do fio terra.

E algo que também é muito importante é realizar reuniões, tanto com moradores, como com os funcionários do condomínio, a fim de esclarecer alguns aspectos relacionados a esse assunto, promovendo a prevenção de acidentes, com palestras e/ou cursos, que podem ser realizados no próprio condomínio.

E então, o que você achou das informações que trouxemos na matéria de hoje? Esperamos que tenha gostado e que tenham servido para enaltecer a importância da manutenção preventiva que deve ser feita, periodicamente, nos sistemas elétricos. Qualquer dúvida, nos pergunte!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *