Você sabe o que é o Seguro Fiança?

Abordaremos, na matéria de hoje, informações importante sobre o Seguro Fiança, que ficou muito mais acessível ao consumidor. Por isso, para conhecê-lo melhor e esclarecer suas dúvidas sobre esse tópico, continue lendo, a seguir, e fique por dentro de tudo.

É importante destacar, para a imobiliária/administradora que oferece esse serviço, as vantagens que ela tem. A principal delas é a saúde de sua carteira, já que, passando o cliente pelo crivo da seguradora, e sendo aprovado, a seguradora se torna a principal pagadora daquele contrato.

Ou seja, caso aconteça qualquer eventual inadimplência por parte do contratado, passado o período de 60 (sessenta) dias para a abertura do sinistro, sendo ele aberto, a seguradora passa a arcar, retroativamente, com as despesas que se acumularam, com as devidas multas contratuais.

Dessa forma, a seguradora arca com as despesas em atraso, colocando as prestações do aluguel e condomínio (e suas devidas multas, como mencionado) em dia. A partir daí, continua arcando, mensalmente, com as contas, até que a negociação amigável seja feita – ou, no pior dos casos, o despejo.

Apesar de não ser um produto novo no mercado, o Seguro Fiança passou por muitas mudanças. Era, por exemplo, muito caro, o que atrapalhava, muitas vezes, sua contratação, além de que, vale destacar, atualmente há uma diversidade muito maior de seguradoras e das formas de pagamento.

Com uma série de produtos a serem ofertados ao locatário, de diferentes formas de pagamento e maneiras diversas de contratação, o Seguro Fiança se tornou muito mais viável para a maioria das pessoas, tendo maior aderência por parte dos clientes, o que deve ser valorizado pelas imobiliárias e administradoras.

Já para o locatário, o principal motivo para a adoção do Seguro Fiança é evitar o constrangimento de um fiador. E isso fica facilitado com as vantagens que já foram apresentadas anteriormente, como valores mais baixos e as mais diversas possibilidades de pagamento, tornando-o mais atraente.

O pagamento pode ser feito, por exemplo, diretamente a imobiliária, através de boletos, ou no cartão de crédito. Por ser feito, ainda, em várias parcelas. E então, caso ocorra algum imprevisto que o impeça de manter em dia seus pagamentos condominiais, ele terá a garantia desses pagamentos, através da seguradora.

Ou seja, a locação é resguardada, mantendo uma relação saudável entre o cliente e a imobiliária/administradora, mesmo no caso de algum imprevisto financeiro, e evitando constrangimentos, o que é bom para todos. Esperamos que tenhamos esclarecido suas dúvidas sobre o Seguro Fiança e enaltecido sua importância!  

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *