Cuidados que devemos tomar com a piscina do condomínio

A piscina é uma das áreas mais frequentadas num condomínio, principalmente durante os dias mais quentes do ano. Por isso, alguns cuidados são necessários para que seu uso seja feito corretamente, mantendo a segurança de todos. No post de hoje, falaremos melhor sobre isso. Confira!

Dentre os pontos importantes a serem observados com relação à piscina estão a limpeza, a manutenção e, algo primordial, a segurança. Então, para evitar acidentes nessa área do prédio, preste atenção nas dicas a seguir, afastando-se de riscos e garantindo o melhor aproveitamento desse espaço:

 

Regras

 

É preciso verificar, na Convenção e no Regimento/Regulamento Interno, as normas e condutas que precisam ser seguidas nesse ambiente, preservando a boa convivência e a segurança de todos. Esses documentos devem prever situações que podem ocorrer, prevenindo-as através das regras para o local.

 

Horário de funcionamento

 

Esse é um dos aspectos que devem estar estipulados nos documentos do condomínio, tendo sido definido para o bem de todos, levando em conta fatores como iluminação, manutenção e suporte de funcionários, por exemplo.

 

Crianças

 

Elas nunca devem utilizar a piscina sozinhas, mesmo que saibam nadar. É essencial que sempre haja um adulto responsável (que saiba nadar) por perto, supervisionando-as. Caso você, condômino, veja que há uma criança sozinha na piscina, comunique ao síndico/zelador, para que seus responsáveis sejam contatados imediatamente.

 

Primeiros socorros

 

É muito importante que o condomínio possua uma caixa de primeiro socorros, que seja mantida adequadamente (verificando o estado e validade dos seus produtos). A existência e a localização desse kit devem ser do conhecimento de todos os moradores e funcionários.

 

Outras recomendações

 

  • Não utilize quaisquer utensílios dentro da piscina, como pratos, copos, taças, garrafas etc. Esses materiais podem se tornar perigosos para todos;
  • Não vá à piscina depois de ingerir bebidas alcoólicas ou ter comido demais;
  • Não corra ao redor da piscina, área que costuma ficar úmida, favorecendo quedas e acidentes, que podem ser realmente graves;
  • Não mergulhe de cabeça, já que isso só deve ser feito em piscinas de grande profundidade;
  • Não entre na piscina durante tempestades, correndo riscos desnecessários.

Esperamos que, com o auxílio dessas informações e sugestões que trouxemos, a piscina do seu condomínio seja aproveitada de forma tranquila e segura por todos, enaltecendo a importância de seguir as normas de cada edifício, sem exceções, e passar esse respeito às crianças e adolescentes.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *