Posts

Corretor, como a O2 Digital pode facilitar o seu dia a dia?

Você sabia que hoje, dia 27 de agosto, é o Dia do Corretor de Imóveis?

Pois é! E, nesta data, gostaríamos de apresentar a você, profissional do mercado imobiliário, uma plataforma que pode facilitar totalmente o seu trabalho. Estamos falando da O2 Digital, a nossa plataforma digital com diversos produtos e serviços, onde o corretor pode usufruir de uma solução completa para atender seus clientes com agilidade, segurança e o melhor: ainda ganhar dinheiro.

Dentro da O2 Digital, os corretores encontram soluções como vistoria locatícia, análise cadastral, crédito e, é claro, os seguros necessários para garantir a segurança nos processos de locação de imóveis. Ela funciona como uma máquina de vendas, ajudando a fechar negócios, tirar dúvidas sobre produtos e serviços e acessar a todos os resultados obtidos. 

E aqui vai mais um diferencial: o uso da O2 Digital não é cobrado. Pelo contrário, a O2 paga seus usuários, através do comissionamento e da remuneração compartilhada. 

Assim, buscamos gerar valor para quem trabalha buscando realizar o sonho do imóvel de seus clientes, fazendo com que possam oferecer os melhores serviços a seus clientes finais. 

Para mais informações sobre a nossa plataforma digital, assista o vídeo onde Luiz Filipe Rezende, diretor comercial do Grupo O2 Seguros, explica seu funcionamento e vantagens: https://youtu.be/43jSD5NpB_E

 

Como o Seguro Fiança pode ajudar na hora de alugar um imóvel

Na hora de alugar um imóvel, uma as principais questões é a necessidade de um fiador para fechar o negócio, certo? Por isso, é essencial que todos conheçam a importância do Seguro Fiança, uma excelente opção para a hora de assinar o contrato do seu novo lar.

Para as imobiliárias e administradoras que já disponibilizam esse serviço, é imprescindível que suas vantagens sejam destacadas. A principal delas, com certeza, é a saúde da sua carteira, uma vez que a seguradora se torna a principal pagadora do contrato, após o cliente passar pelo seu crivo e ser aprovado. Isso significa que, em uma eventual inadimplência por parte do contratado, contando um período de 60 dias para abertura do sinistro, a seguradora passa a arcar, retroativamente, com as despesas que se acumularem. A empresa cuidará das contas em atraso, colocando prestações de aluguel e condomínio em dia, além, é claro, das contas mensais, até que a negociação amigável ou, em casos extremos, o despejo, sejam feitos.

É válido ressaltar que o Seguro Fiança não é um produto novo no Mercado, mas está atualizado. Entre suas novidades, a principal é a queda de seu preço, já que antes era muito caro, o que podia atrapalhar a sua contratação. Agora, com os diferentes produtos ofertados ao locatário, diversas formas de pagamento e maneiras de contratação, o Seguro Fiança tornou-se muito mais viável para a maioria das pessoas.

Para os locatários, o principal motivo de adesão ao seguro seria evitar a necessidade, muitas vezes constrangedora, de conseguir um fiador para seu imóvel. Além disso, o pagamento pode ser feito, por exemplo, diretamente à imobiliária, através de boletos ou cartão de crédito, à vista ou parcelado. É muito mais segurança e tranquilidade em um momento conturbado de negociação.

Com isso, vale ressaltar que a locação será resguardada, mantendo uma relação mais tranquila entre o cliente e a imobiliária ou administradora, ainda que aconteça algum imprevisto.

Esperamos que, com este post, tenha ficado ainda mais claro do que se trata o Seguro Fiança, qual a sua importância e quando deverá ser utilizado. Se, ainda assim, persistir alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco. Nossa equipe terá um grande prazer de atendê-lo.

Você sabe o que é o Seguro Fiança?

Abordaremos, na matéria de hoje, informações importante sobre o Seguro Fiança, que ficou muito mais acessível ao consumidor. Por isso, para conhecê-lo melhor e esclarecer suas dúvidas sobre esse tópico, continue lendo, a seguir, e fique por dentro de tudo.

É importante destacar, para a imobiliária/administradora que oferece esse serviço, as vantagens que ela tem. A principal delas é a saúde de sua carteira, já que, passando o cliente pelo crivo da seguradora, e sendo aprovado, a seguradora se torna a principal pagadora daquele contrato.

Ou seja, caso aconteça qualquer eventual inadimplência por parte do contratado, passado o período de 60 (sessenta) dias para a abertura do sinistro, sendo ele aberto, a seguradora passa a arcar, retroativamente, com as despesas que se acumularam, com as devidas multas contratuais.

Dessa forma, a seguradora arca com as despesas em atraso, colocando as prestações do aluguel e condomínio (e suas devidas multas, como mencionado) em dia. A partir daí, continua arcando, mensalmente, com as contas, até que a negociação amigável seja feita – ou, no pior dos casos, o despejo.

Apesar de não ser um produto novo no mercado, o Seguro Fiança passou por muitas mudanças. Era, por exemplo, muito caro, o que atrapalhava, muitas vezes, sua contratação, além de que, vale destacar, atualmente há uma diversidade muito maior de seguradoras e das formas de pagamento.

Com uma série de produtos a serem ofertados ao locatário, de diferentes formas de pagamento e maneiras diversas de contratação, o Seguro Fiança se tornou muito mais viável para a maioria das pessoas, tendo maior aderência por parte dos clientes, o que deve ser valorizado pelas imobiliárias e administradoras.

Já para o locatário, o principal motivo para a adoção do Seguro Fiança é evitar o constrangimento de um fiador. E isso fica facilitado com as vantagens que já foram apresentadas anteriormente, como valores mais baixos e as mais diversas possibilidades de pagamento, tornando-o mais atraente.

O pagamento pode ser feito, por exemplo, diretamente a imobiliária, através de boletos, ou no cartão de crédito. Por ser feito, ainda, em várias parcelas. E então, caso ocorra algum imprevisto que o impeça de manter em dia seus pagamentos condominiais, ele terá a garantia desses pagamentos, através da seguradora.

Ou seja, a locação é resguardada, mantendo uma relação saudável entre o cliente e a imobiliária/administradora, mesmo no caso de algum imprevisto financeiro, e evitando constrangimentos, o que é bom para todos. Esperamos que tenhamos esclarecido suas dúvidas sobre o Seguro Fiança e enaltecido sua importância!